domingo, 17 de junho de 2012

0221 - Soneto do Almoço de Domingo


Coisa normal e típica de interior
É o almoço com toda a família
Na casa da avó. Vem a homília
(Ou homília, o que melhor te for)

Dos tios sobre o tempo melhor
Que era antes. Então a mobília
Da casa vira parquinho e a vigília
Para não quebrar nada. Horror!

Quebrou um vaso, o preferido
Da vovó e o primo mais enxerido
Deda o autor e é dedado também,

Mas melhor de tudo a mesa farta,
Os doces que só de olhar enfarta
E a certeza de mais semana que vem.

Francisco Libânio,
17/06/12, 7:52 PM
Postar um comentário