quinta-feira, 1 de maio de 2014

1639 - Soneto reflexivo sobre Jesus

Não precisa agradecer.

É na Páscoa, quando ressuscita
Jesus que ele, mais que lembrado,
Merece ter o seu Existir pensado
E sobre sua vida e morte se reflita.

Aos vinte e cinco é quando credita
O nascimento do Homem e é dado
Por Natal, sempre se é presenteado,
Um agrado e quando sua vida finita

Se encerra na Sexta e o terceiro dia
É sua volta, dá-se com muita alegria
Chocolates. Veja que grande sujeito

Era esse Jesus. Ele, vivo ou morto,
Faz o bem, seja o espiritual conforto
Seja com regalo ou doce, ele é feito.

Francisco Libânio,
20/04/14, 6:48 PM
Postar um comentário