sexta-feira, 28 de setembro de 2012

479 - Soneto palpiteiro

Ruim é ver a opinião de um tipo desses sendo levada a sério.


Minha opinião pode ser mais uma
No meio de muitas, anônima e tal,
Meu parecer pode não ter o cabal
Alcance de quem fala e desarruma

A outra opinião, a pública, a suma
Opinião quase sagrada num jornal
Ou a da TV, que é transcendental,
E outras opiniões agrega, avoluma

Ou, pior, constrói quando ela falta,
Minha opinião não grita nem salta
Ou muda nada no mundo concreto,

Mas se a dou, encho-a com ética,
Dou-a clara de forma mais poética
E sai um lírico e opinativo soneto.

Francisco Libânio,
28/09/12, 6:53 PM
Postar um comentário