quinta-feira, 13 de setembro de 2012

0446 - Soneto parodístico a Vinicius

"Não comerei da alface a verde pétala" disse Vinicius. Eu também não quero, obrigado.


Não comerei da alface alguma folha
Ainda que minha verdura preferida
À cenoura já a tenho por preterida
Do instante em que ela de lá me olha

Entre as frutas faço alguma escolha,
Maçã, abacaxi e melão dou acolhida
Embora, este poeta, a dar mordida
Prefira o suco que refresca e molha

Não sou herbívoro e aos vegetarianos
Respeito como reconheço os danos
Da carne e da gordura ao organismo

Mas não resisto ou contenho a sanha
Ante uma peça bem tirada de picanha,
Que o estômago enfrente o barbarismo.

Francisco Libânio,
13/09/12, 11:24 AM

Postar um comentário