terça-feira, 18 de dezembro de 2012

676 - Soneto com os pés no chão

Melhor nem esperar demais. 

A dizer dessa mulher que eu admiro:
Nada além disso. Acho-a espetacular!
Mulher pra namorar, noivar e casar.
Ela é o tipo de mulher que eu prefiro.

Mas e daí? Admiro-a e me inspiro
E nada mais. Mas vou eu reclamar?
De forma alguma! Prefiro sonetear,
Achá-la espetacular, dar o suspiro

De como seria bom tê-la comigo
E não tê-la. Realizar é um perigo,
Uma paulada fatal na imaginação!

Porque vai que quem você admira
É louca, estúpida, piranha e traíra...
Já pensou o tamanho da decepção?

Francisco Libânio,
18/12/12, 12:03 PM
Postar um comentário