sexta-feira, 14 de dezembro de 2012

673 - Soneto sapiossexual

Eu!

Já sabe bem quem me conhece:
Me mulheres negras ou morenas,
As belezas indianas, sarracenas
Ou que com esse tipo se parece

Gosto de seio, do que aparece,
Não gosto de roupas pequenas
Demais. Parece vulgar apenas
E a beleza nelas some, fenece.

Mas pode ser a morena peituda,
Indiana bem vestida e manteúda
E dominar com total excelência

As artes de amar, dons da cama,
Não acenderá fagulha de chama
Sem ter o mínimo de inteligência.

Francisco Libânio,
14/12/12, 12:35 PM
Postar um comentário