domingo, 22 de fevereiro de 2015

Poema de fuga 17

Meus poetas na estante
E eu a lê-los, as lombadas...
Eles nesse cativeiro
E eu dando cacetadas,
Eles supremos e geniais
Eu leitor, quase desplante,
Eles nesse Olimpo doméstico
E eu, candidato a iniciante.

Francisco Libânio,
11/01/14, 12:01 AM
Postar um comentário