domingo, 5 de agosto de 2012

0362 - Soneto olímpico das belas mulheres


Seja atletismo ou vôlei de praia,
Seja no hóquei ou no handebol,
Ou uma ou outra no basquetebol
Em tudo há beleza que atraia,

Lá corpos torneados numa raia
A correr ou na areia sob o sol
Douradas um novo nome no rol
De deusas seja ela paraguaia

Ou russa, brasileira ou americana
E (por que não?) seja africana
Não lhe importa a nacionalidade,

A beleza atlética é dom universal,
Os jogos trazem o motivo opcional
Caso o esporte não dê vontade.

Francisco Libânio,
05/08/12, 9:24 AM
Postar um comentário