segunda-feira, 27 de agosto de 2012

0401 - Soneto Maranhense

São Luís, do Maranhão

Da bela ilha de São Luís
Aos lençóis; do reggae
Ao boi-bumbá e pegue
Da costa até Imperatriz

Ao rio todo o chamariz
Do Maranhão e agregue
O estilo francês, o jegue
No interior e toda matiz

Desse colorido tão vivo,
E teremos o justo crivo
De Patrimônio Cultural,

Eis o Maranhão, beleza
A viver com a pobreza
E ter na política todo mal.

Francisco Libânio,
27/08/12, 11:48 AM
Postar um comentário