terça-feira, 7 de agosto de 2012

0372 - Soneto para a luta greco-romana


Tome-se dois sujeitos taludos,
Aí meta neles uma malha justa
Que nos apolíneos peitos ajusta
E façam os tipos carrancudos,

Depois, como lordes classudos,
Deixe-os lutar uma luta augusta,
Dê à modalidade posição vetusta
E dê muito garbo aos graúdos,

Agora temos a luta greco-romana,
Que lembra e alude a algo sacana,
O que é coisa do seu preconceito,

Mais soa um combate não violento
Que o clássico embate sangrento
E se não conhece, ofereça respeito.

Francisco Libânio,
07/08/12, 9:14 PM
Postar um comentário