segunda-feira, 6 de agosto de 2012

0370 - Soneto para o boxe


Nobre arte? Eu dou outro nome:
Sobrevivência, mais: Instinto
Há muito o homem, se faminto,
Briga para saciar sua fome,

Se contrariado ou atrás de renome
Contra o outro forma um sucinto
Embate. Vencer faz dele distinto,
E distinto melhor procria e come,

Vem de lá a natureza do boxer
E aquilo queria, hoje ele quer
A glória na luta agora esporte,

E comparado com a vil crueza
Dos ultimates, realça a certeza
Do boxe ser nobre e ter porte.

Francisco Libânio,
06/08/12, 9:55 PM
Postar um comentário