domingo, 5 de agosto de 2012

0364 - Soneto olímpico para as irmãs Williams


Venus, Serena, há até quem estranhe
Duas negras empunhando raquetes?
O tênis em que surgem ramalhetes
De cem brancas. Há que se assanhe

E, ignorante, duvida que a dupla ganhe
Mas quem duvida, ao ver suas vedetes
Alvas sofrendo e perdendo. Os topetes
Caem. A dupla negra vence. Acompanhe,

Pois, e veja que as ebenáceas musas,
Que aos olhos desses soam intrusas
No mundo branco, endinheirado e elitista

Do tênis são panteras fenomenais,
Jogam muito e são lindas demais,
Porrada feia na mentalidade racista.

Francisco Libânio,
05/08/12, 10:54 AM
Postar um comentário