terça-feira, 1 de janeiro de 2013

701 - Soneto de cor da cueca

Se fosse verdade não haveria tanta discórdia no Palmeiras

A cor branca significa paz
E a cor amarela, dinheiro;
Rosa, dizem, amor certeiro.
É o que a cromologia traz,

No ano que fico para trás,
O colorido faz verdadeiro
O que se crê e, por inteiro,
O sujeito numa cor se faz

E usa feliz a cueca nova.
A crença ou se comprova
Ou fica como o passado.

Um ou outro, está distinto
E folgazão dentro o pinto
Do canto que lhe foi dado.

Francisco Libânio,
01/01/13, 9:55 AM
Postar um comentário