terça-feira, 22 de janeiro de 2013

725 - Soneto invejoso

Faz o seu!

Querer o que não se tem não é ruim,
Apenas instiga o cristão à boa luta,
Àquela traz alegria a quem desfruta
Aquilo que não se tinha e tem enfim,

Pior é quem não faz nem pensa assim,
Quer o que não tem e nada executa
Ou executa o mal. Belo filho da puta!
Achará no seu veneno o próprio fim!

O sabor da conquista árdua é doce,
Mas para isso é preciso que se coce.
Conquista se conquista, não se herda.

E quem não se coça nem se faz nada
Engole em seco a frasezinha manjada,
Já, e fatual que a inveja é uma merda.

Francisco Libânio,
22/01/13, 9:15 AM
Postar um comentário