quinta-feira, 31 de outubro de 2013

1254 - Soneto pingado

Sempre vem, e muito bem.

Começa o dia, e, ao trabalho,
Ele dignifica o homem, é fato!
Então a nossa parte no trato
Para receber nosso cascalho.

E saco vazio, se sabe... Atalho
Para ligar tudo é o artesanato
Das padarias. Em uma arremato
O breve desjejum e me valho

De um copinho dos americanos,
Café da manhã dos soberanos,
O pingadinho garante bem o dia.

O que vier depois é bem vindo,
Mas pra começar só me blindo
Com o café com leite da alegria.

Francisco Libânio,
31/10/13, 8:13 AM
Postar um comentário