segunda-feira, 28 de julho de 2014

1727 - Soneto do pré-noivado

Antes que outro o faça!

Depois do namoro sério um palpite:
Acho que é essa a moça pra casar.
Aquilo que era achismo rudimentar
Virou certeza e rompeu todo limite.

Agora é pôr anel, que ela acredite
Nessa simbologia clara, elementar
E poética da aliança levar ao altar
Sendo da vida a dois um convite.

Mas se eles têm vida a dois agora,
O que mudará? Tudo! Só melhora!
Diz o lado bom da sua consciência.

O lado mal fala e ele sobre pondera,
Mas ser trocado enquanto ela espera
Assinala o sim ao anel na influência.

Francisco Libânio,
04/07/14, 12:21 PM
Postar um comentário