sábado, 5 de julho de 2014

1704 - Soneto do namorado desavisado

Só tô vendo esses rela-rela aí.

Aquele amigo que sua namorada tem...
O cara é gente boa, seu braço direito,
Uma boa companhia, um bom sujeito
Que nunca fez mal a algo ou a alguém.

Mas amizade entre Gêneros, veja bem,
Nada contra, mas um dos lados é afeito
À putaria e se for, ele arrumará um jeito
Para usar dessa amizade e seguir além

Do papinho, identificação e preferência.
Vai querer usar de alguma confidência
Para, durante a fragilidade dar seu bote.

Que seja amigo, tudo bem, nada contra,
Mas quando se mete demais e encontra
Tempo pra ser sobra, vá carpir um lote.

Francisco Libânio,
23/05/14, 12:02 PM
Postar um comentário