quarta-feira, 13 de abril de 2011

Namorado de muitas


Hoje fico com Maria, amanhã com Andressa,
Na quarta me vejo com Mara, depois, Leonor
Na sexta tem futebol, no sábado é Vanessa,
No domingo eu descanso. É preciso me repor,

E aí repito nomes e dias sem que me esqueça
Ou me confunda. Tantos nomes ainda a por
Nos dias que sobram. Mas ainda faço a peça
Do que vê e encanta e se entrega com furor

Pode ser que uma ou outra não veja na semana,
Não tem problema, eu arrumo um dia para ela,
Faço-a especial, única e ela não se desengana

É preciso cuidado para escolher nomes, porém,
Eles têm força. Rostos diferentes pedem cautela
E, nomes repetidos, podem machucar alguém.

Francisco Libânio,
08/04/11, 12:34 PM
Postar um comentário