terça-feira, 19 de abril de 2011

A mulher da manhã é linda e misteriosa


A mulher da manhã é linda e misteriosa,
Passa pela minha rua sempre em pressa
Indo ao trabalho ou não, não interessa,
Ela é linda e isso basta. Tão voluptuosa

E de rosto com óculos escuros, essa
Mulher, no que ela mostra, é maravilhosa,
Sonho com ela, penso nela por esposa,
Admiro-a quando vai e quando regressa

Um dia, menos apressada encontramos
Olhares, no outro, um tímido cumprimento
E num outro dia dou a ela alguns ramos

De rosas. Ah, minha doce e linda estranha,
Tua beleza me cativa em breve momento
Tua aceitação aos poucos me assanha.

Francisco Libânio,
19/04/11, 11:22 PM
Postar um comentário