segunda-feira, 9 de julho de 2012

0311 - Soneto do civismo cínico


E lá se vão oitenta anos da Revolução
Constitucionalista em São Paulo, mito
Arraigado de que aquele bélico atrito
Mostrou o que era São Paulo à nação,

Mostrou foi que uma pirraça sem noção
Custou a vida de brasileiros e que o grito
Revoltoso foi calado com merecido pito
Aos que fingiam querer uma Constituição,

Coisa nenhuma. São Paulo naquele afã
De novo rico resolveu suscitar essa vã
Ideia de que tinha uma gente diferenciada

E isso segue com tamanha burrice. Nota
Que paulista tem feriado para uma derrota
Se achando a última bolacha recheada.

Francisco Libânio,
09/07/12, 9:18 PM
Postar um comentário