domingo, 1 de julho de 2012

0280 - Soneto Piriguete


Mal do século, ela só existe
Nas suas fantasias sexuais,
Se você não quiser demais,
E nos bailes. Lá ela subsiste

Cantando num linguajar triste,
Dançando e abaixando mais,
Sendo a vergonha dos pais,
Passando por paus em riste

E ainda assim essa criatura
Se acha o máximo! Tortura
Que são o jeito e eterno cio

Mas algo é preciso coroar,
Como pinguim e urso polar,
Ela também não sente frio.

Francisco Libânio,
30/06/12, 8:35 PM
Postar um comentário