terça-feira, 3 de julho de 2012

0290 - Soneto da ladra peituda


Na Austrália, olha só isso!
Teve uma loira assaltante
Com um decote aviltante
Causando um puta rebuliço

A mulher tinha lá seu viço,
Com o peitão já saltante,
Da blusa teve o desplante
De cumprir o mau serviço

E já com o lado devasso,
Penso como é que faço
Se uma dessas me vem

Ela me grita: É um assalto!
Baixo as calças e mais alto:
Mando: Tô armado também!

Francisco Libânio,
03/07/12, 9: 25 PM
Postar um comentário