terça-feira, 19 de agosto de 2014

1752 - Soneto nunca antissemita

Somos contra isso!

Porque se os mísseis são só defesa
Como que quem defende quem ataca
Pode defender o terror? A mente fraca
De quem põe ao maniqueísmo presa

A sabedoria diz que quer posta à mesa
A gente judia já se arma à bala e á faca
Contra o Islã. A inteligência já tão opaca
Contra a fé demonizada tanto se retesa

Que vê Israel coitado e não quem coita,
Mas vem as pedras contra quem açoita
Como maior covardia e pior terrorismo.

Não somos contra judeus e nem o Islã
Sério tem. Busca que quem usou o afã
E arte a matar judeus foi o Cristianismo.

Francisco Libânio,
28/07/14, 12:22 PM
Postar um comentário