quinta-feira, 14 de agosto de 2014

1746 - Soneto do namoro por interesse

Além de safado, vem com mixaria? Ah, se manca!

Ele estava com ela por ela ser rica,
Ela, ingênua, aceitou esse namoro.
Ao ser aceito por ela, grito sonoro.
O plano deu certo e só se fortifica

Com o tempo. A beleza a qualifica,
A grana faz aprimorar nela o decoro
E a relação não dá motivo a choro.
Tudo o que ele jura ela o decuplica.

Na hora do bote, ele, qual serpente,
Ataca, mas ela, no tema já experiente,
Desvencilha, termina e sai tão ilesa

Quanto entrou. Ele, mirim qual afoito,
Foi demonizado no caráter e no coito.
Conhecido como broxa, o nome pesa.

Francisco Libânio,
23/07/14, 12:18 PM
Postar um comentário