terça-feira, 10 de maio de 2011

Mattosianas 034 - Sobre tema algum e todos


O mesmo poeta que escreve versos de amor
Também escreve obviedades e indecências,
Verseja sobre acontecimentos e violências
E fecha a cota com notícia, um tema menor,

O poeta que fala sobre a princesa e a dor
De amar sem ser amado, sobre experiências
Malsucedidas também diz das maledicências
Humanas, de seus defeitos e do que é pior

No mundo, a hipocrisia. Ele alude a poetas,
Receitas, lembranças, gostos peculiares,
Assim sua poesia anda para diversos lugares

O poeta, num ecletismo, guarda em gavetas
Os temas misturados, mas na manga traz
Um tema inimaginado e dele um soneto faz.

Francisco Libânio,
07/05/11, 11:21 AM
Postar um comentário