terça-feira, 18 de janeiro de 2011

Minha mulher perfeita


Eu sei que minha mulher ideal não é perfeita
Nem em meus sonhos ela seria, mais no real...
Sei que ela tem defeitos e tem um lado mal,
Sei que teremos conflitos de causa suspeita

Ou que ela terá dias daqueles, raiva à toa,
Dias que ela não vai me entender, vai brigar,
Não vai querer me ver e tampouco me amar,
Mas se for perfeita, passa tudo e ela perdoa,

Faz cara de braba, desfaz, range os dentes,
Exige desculpas, vacila, disfarça um sorriso,
Faz briga, faz raiva, faz o que achar preciso

Para mostrar razão, mas no fim, sua virtude
Em ser perfeita destacará. Que ela não mude
Suas imperfeições ideais sempre presentes.

Francisco Libânio,
17/01/11, 11:50 PM
Postar um comentário