quarta-feira, 1 de julho de 2009

Prelúdio para uma Saudade


Extraído de http://m3.photobucket.com/image/saudade/Marota/saudade.jpg.html?src=www

Não te esqueças, ao conheceres alguém,
De que um ciclo envolve esta relação.
Chega o conhecimento do qual advêm
A empatia, a simpatia e a identificação

Que, se grandes, oferecem por premiação
Algo especial. Se recíproco, ele vai além:
Vira amor e a outra parte completa a fração
Que somos e nós a completamos também.

Mas toda relação, e jamais te esqueças,
É algo que se acaba bem como a começas
E ela terá um fim provocado ou natural

E este fim é, em todas elas, o pior mal
Porque nos tira quem tanto nos apetece
Sem tirar a saudade que fica e só cresce.

Francisco Libânio,
01/07/09, 9:20 AM
Postar um comentário