terça-feira, 24 de fevereiro de 2009

01 - 13-12-06


Extraído de http://www.4everus.net/wp-content/uploads/2008/07/viajem-da-vida.jpg


Ensina-me a vida que o amor é possível
E que, sim, existe amor de toda vida,
Mas adverte: Não me tornes reduzida
Pelo amor posto que ele não é infalível.

E ela continua: É o amor o mais incrível
De todos os sentimentos e apreendida
Sua essência, dou-me a ele na corrida
Dos dias por parceiro irrepreensível.

Mas se o amor se percebe poderoso
Demais fica arrogante e se declara
Ditador de mim e de ti sem ganho

Ou beleza. Surge um tirano odioso
Que renega a verdade mais clara
De que devemos ter o igual tamanho.

Francisco Libânio
São Paulo, 13/12/06
11:57 PM
Postar um comentário