segunda-feira, 22 de março de 2010

O Desaparecido


Procura-se André Turano, menor,
Mulato, um metro e sessenta
E tantos, filho de dona Leonor,
Doméstica, pai não sabido, cinqüenta

Quilos, magro, azougue e esperto,
Conhecido no morro e nas redondezas,
Mas que vinha num meio não muito certo
Com maus amigos roubando miudezas

A família pede informações sinceras,
Ainda que duras e reais. Avisos
Não faltaram sobre como são severas

As penas aos que andam por esta trilha.
Há uma esperancinha, por isso os dados precisos,
Mas resigna-se com outra perda na família.

Francisco Libânio,
14/10/09, 12:25 AM
Postar um comentário