segunda-feira, 29 de março de 2010

Essas coisas


Amar... Uma das dádivas da vida
É um verbo feito de carne e de mais
Alguma outra coisa e com as quais
Procura-se prolongar a descabida

Experiência de viver a dois. Os anais
Dos cartórios mostram o quão esta lida
É difícil e faz desistir, mas se vencida
A dificuldade de conviver e os demais

Contratempos do viver cotidiano
Forem superados sendo todos menores
Que a alegria de partir e de voltar ao lar

Sem tomar por irreparáveis os danos
(Normais como normais as meras dores),
Essas coisas se revestirão de paz ao se amar.

Francisco Libânio,
23/10/09, 11:58 PM


Exreaído de http://3.bp.blogspot.com/_FDDzp6c-vq8/Ss87ObtIvSI/AAAAAAAAAEc/6fFynFOtmwc/s320/separa%C3%A7%C3%A3o.jpg
Postar um comentário