sexta-feira, 25 de maio de 2012

0137 - Soneto de solução


Para todo mal na vida existe cura,
Assim sempre dizem mães e avós;
Pais e amigos a desatarem os nós
Que aparecem nessa vida tão dura,

Podemos viver a noite mais escura,
E enfrentar a dificuldade mais atroz,
A mais maldosa moléstia que após
Tudo isso vem a verdadeira ventura,

Dizem eles mais: O mestre da razão
É o tempo e a maturidade o perdão
Traz consigo para que se cure a dor,

Mas há também o foda-se bem dito
Aos infelizes em todo conflito, atrito
Ou aflição o que é infinitamente melhor.

Francisco Libânio,
25/05/12, 11:49 PM
Postar um comentário