segunda-feira, 21 de dezembro de 2009

52 - E se eu, oh declarada criança,


Extraído de http://s3.images.com/huge.2.14458.JPG


E se eu, oh declarada criança,
Ao invés de te ninar fosse ninado,
Em teu colo fosse encaixado
Ouvindo um acalanto em voz mansa?

E se desse colo se fizesse dança
Pondo-te depois com tal cuidado
Em meus braços e, assim trocado,
Deixasse-te menina na confiança

Dos meus beijos para aí entregá-los
Aos zelos dos teus mimos e teus regalos
Trocando-nos os colos até que desande

As vezes e de trocá-los já cansados,
Mudássemos o jogo ou nós, deitados,
Víssemos o bom de ser criança grande

Francisco Libânio,
21/08/09, 10:51 PM
Postar um comentário