segunda-feira, 1 de junho de 2009

O tempo


Extraído de http://lavraalma.zip.net/images/O_tempo.jpg

O tempo que contamos no relógio
É sorrateiro, rasteja despercebido
Que achamos que ele nunca anda.
O que há é que ele está estendido
Sob nossos pés, sua cabeça nós vemos
E com seus pés, ocultos sob a pele,
Anda em meses e corre em anos
Levando nossas vidas com ele.

Francisco Libânio,
01/06/09, 12:28 AM
Postar um comentário