terça-feira, 28 de dezembro de 2010

84 - Exprime a ideia que te nasce na cabeça,


Exprime a ideia que te nasce na cabeça,
Deixa que tua imaginação crie livremente,
Se for proibida ou pornográfica, não impeça,
Se parecer subversiva demais, alimente.

Nunca deixe que uma ideia a vir latente
Perca o fôlego, desintegre ou esmoreça,
Se ela parar pelo meio, vá com ela, enfrente,
Mas não deixe de transformá-la em peça

Escrita, dita, cantada, enfim, dá forma,
Se estiver etérea, disforme, transforma
Em realidade esta ideia que te escolheu

Pois ela, formada e materializada, agradecerá
Com o reconhecimento justo que te fará
Dono de algo próprio e genuinamente teu.

Francisco Libânio,
28/12/10, 10:24 AM
Postar um comentário