segunda-feira, 23 de novembro de 2009

Uma rima para a palavra Sempre


Extraído de http://charquinho.weblog.com.pt/arquivo/Infinito.jpg

O Sempre precisa de uma rima que lhe ajeite,
Mas é difícil. Nenhuma há com tal terminação
E mesmo uma parecida na pronunciação
Não sei de alguma que de bem lhe aceite

Então penso no Sempre e nesta reflexão,
Vejo-me para ele como um mero enfeite
Descartável. Vejo que por seu puro deleite
Ele se mostra para mim uma vã interrogação

Porque o Sempre, me prometem, dura
Sem acabar indo fácil até o infinito
Onde sua boca beija a do Universo

E tanto ele zomba desta minha procura
Fazendo pouco dela e do que já foi escrito
Que não sei como ainda lhe dedico este verso.

Francisco Libânio,
13/08/09, 11:38 AM
Postar um comentário