terça-feira, 24 de novembro de 2009

O tal de Amor


Extraído de http://wiki.bemsimples.com/download/attachments/7962730/relacoes-como-superar-amor-nao-correspondido-460x345-br.jpg

O amor parece algo estranho assim:
Amamos e queremos eternamente,
Fazemos tudo para levá-lo à frente
Até que – inesperado – ele chega ao fim

E o amor nos lega seus momentos,
Suas lembranças e depois a saudade,
Então nos resta aquela vontade
De maldizê-lo e a todos os sentimentos,

De chamar o tal de amor de ingrato,
Mas mais ingratos ao amor são
Aqueles que lhe dão tal deferência,

Pois são só alegrias no bom trato
Para, no fim, encher de mal o coração
Sem repetir o bom dessa experiência.

Francisco Libânio,
13/08/09, 8:19 AM
Postar um comentário