segunda-feira, 11 de maio de 2009

01 - 06-04-09 - Assim como o tempo não era seu amigo


Extraído de http://1.bp.blogspot.com/_z1a-H1TuIy8/RzfDPOkDaVI/AAAAAAAAAEA/6xV8wPMpyJQ/s320/1.jpg

Assim como o tempo não era seu amigo,
Também não era a sábia perseverança.
Esta o abandonara se queria confiança,
Aquele arrastava os despojos consigo

Tinha fé em tudo. Só lhe faltava aquela
Imprescindível para se ser todo crente:
A fé em si, aquela que lhe faria potente,
Mas justamente esta fé... Quão difícil era tê-la

Viveu assim pelos dias abandonado
E sem conceber esta filha necessária
Para o amparo de todos os seus dias

Um dia o tempo teve com o malogrado
Levando-o de sua luta árdua e diária
Legando a fé contra existências vazias.

Francisco Libânio,
06/04/09, 7:03 PM
Postar um comentário