segunda-feira, 30 de setembro de 2013

1222 - Soneto sob influência de Gal

Canta lidndamente e era linda.

Que voz! Que voz espetacular!
Doce e bárbara, eis essa mulher
A dar roupagem, a engrandecer
Qualquer música que vá cantar.

Gal traz emoção, dá outro lugar
À sua música e deixa enternecer
Quem ouve e proporciona prazer.
A mulher sabe bem como arrasar

Numa releitura, uma interpretação,
A moça fazia verdadeira sensação
E arrebentava tudo, matava a pau,

Bethânia, Elis e Cassia o respeito
Merecem todas elas por cada feito,

Mas nenhuma aos pés da Gal.

 Francisco Libânio,
30/09/13, 11:44 AM
Postar um comentário